Como melhorar a gestão jurídica na sua empresa?

Nos dias de hoje, a advocacia preventiva vem se tornando essencial para as empresas, pois essa prática é efetiva para evitar a ocorrência de grandes prejuízos.

 

A administração dos negócios não é uma tarefa fácil e exige muita dedicação e tempo. Por isso que a gestão jurídica ganha cada vez mais espaço e preferência no mundo empresarial.

 

Já há muita pressão relacionada a mercados, clientes e parceiros do seu negócio e, se não houver preocupação para prevenir problemas jurídicos, estes certamente virão a diminuir a eficiência da sua empresa. Com a gestão jurídica, é possível evitar atos contrários à legislação, encontrar soluções seguras para dúvidas e remediar da melhor maneira possível erros que afetam os empreendimentos.

 

Pensando nisso, preparamos este post. Nele, você confere como melhorar a gestão jurídica da sua empresa. Continue a leitura e aprenda!

 

Tenha uma atuação estratégica

 

Com a tecnologia e a expansão global dos negócios, todos os setores das empresas estão se conectando. Isso quer dizer que estão acabando as divisões entre departamentos e com a área jurídica não está sendo diferente.

 

No processo de gestão jurídica estratégica e eficiente, o setor deve requerer reuniões de planejamento frequentemente, a fim de discutir e propor atuações preventivas que diminuam possíveis litígios.

 

Assim, garantir assessoria jurídica para todas as áreas da empresa é bastante importante. Pois além das questões legais, é preciso buscar melhorias relacionadas a contratos, gestão de empregados e colaboradores mais seguras, incentivos fiscais e tributários e prevenção de riscos. Tudo isso contribui para o bom funcionamento do negócio e deve fazer parte do dia a dia da organização.

 

Mapeie as situações

 

Apure com bastante cautela a situação jurídica da sua empresa, executando uma auditoria completa. Busque colaboradores e/ou parceiros apropriados para ajudar no levantamento de informações. Além disso, documente e organize dados por meio de fluxogramas, planilhas e gráficos, relatórios e examine as atribuições e metas jurídicas de cada membro do seu negócio.

 

Analise se os documentos estão realmente ordenados, se os contratos estão sendo monitorados e atualizados devidamente e se existe a organização precisa das informações para que não ocorram problemas e prejuízos posteriores.

 

A área de gestão de um empreendimento precisa contar com uma assessoria adequada, que possa elaborar relatórios completos e ajudar na identificação de situações variadas. Se a sua empresa ainda não possui esse tipo de auxílio, é essencial encontrar uma empresa especializada que supra suas necessidades.

 

Utilize indicadores de performance

 

É muito importante fazer o acompanhamento de indicadores de desempenho tanto do setor jurídico quanto dos escritórios terceirizados, como, por exemplo, quantidade de processos abertos por período e por setor e histórico de conquistas.

 

Desse modo, as pessoas envolvidas na área passam a trabalhar direcionadas ao resultado. No tocante à performance dos escritórios, você pode elaborar um ranking que permite até mesmo a elaboração de programas de bonificação que incentivem a melhoria do desempenho.

 

Saiba a hora de agir

 

Depois que você visualizar os pontos mais fortes e deficientes do departamento da sua empresa, chegou o momento de agir. Procure soluções baseadas nas metas traçadas para otimizar a situação do setor jurídico. Analise, em primeiro momento, se a gestão está satisfatória para a demanda da empresa e, caso não esteja, a assessoria jurídica vai auxiliá-lo nessas questões.

 

Qualifique e atualize, por meio de treinamentos internos e externos, toda a equipe, para usufruir melhor das qualidades de seus colaboradores, assegurando o máximo de produtividade do pessoal de que já dispõe.

 

Busque sempre renovar seus conhecimentos e ficar a par da legislação relativa a seu mercado para antecipar tendências e planejar estratégias de ação. Criar um ambiente para troca de informações e local propício para inovação é também uma ótima opção.

 

Em relação ao contencioso da empresa, garanta que seus indicadores estejam sempre atualizados, estabeleça critérios para prever a duração média de processos, monitore possíveis êxitos e despesas. Acompanhe de perto os passivos judiciais e identifique padrões de ação para agir com segurança, tornando possível prever os gastos antes que eles aconteçam.

 

Sobre contratos e documentos diversos, garanta uma organização coerente, que permita acessibilidade, visualização e encontro de dados, como também o efetivo controle de vencimentos e das adequadas atualizações.

 

Tenha uma gestão tributária eficiente

 

Nosso país possui muitos impostos, taxas e contribuições. O excesso de tributos, muitas vezes, atrapalha a gestão eficiente de sua empresa.

 

Quando há uma gestão tributária e fiscal sendo bem executada no negócio, quem está no comando compreende melhor quais são as obrigações e riscos em eventuais falhas de recolhimento. Também torna mais fácil planejar formas menos onerosas de pagar os tributos.

 

Isso proporciona uma ótima dimensão para a empresa. O grande volume de dados pode ser facilitado para o gestor que está iniciando no mundo das finanças, que em pouco tempo poderá compreender a legislação tributária e saber como são realizados os fluxos contábeis do seu empreendimento.

 

Com a ajuda de uma empresa de contabilidade e de um escritório jurídico especializado, será possível controlar seus lançamentos fiscais de forma segura e constante. O gestor entenderá exatamente quanto sua empresa está lucrando e qual a melhor forma de otimizar seus passivos.

 

Aposte em boas parcerias para melhorar a gestão jurídica

 

Caso você perceba que o processo de “auditoria” não pode ser realizado apenas pela equipe interna ou que, depois de levantada a situação do departamento, a exigência não está sendo suprida de maneira eficaz, podendo ser melhor acompanhada pela terceirização, vale a pena investir na contratação de bons parceiros.

 

Um contrato bem alinhado entre a empresa e um escritório especializado permite a diminuição de custos com pessoal e infraestrutura. Além disso, aumenta a segurança, a busca facilitada das metas definidas e reduz a preocupação com problemas do dia a dia. Construa, então, uma relação de verdadeira parceria, que seja contínua e próxima, para conseguir melhor controle e eficácia.

 

E aí, gostou do nosso artigo sobre como melhorar a gestão jurídica na sua empresa? Então que tal saber agora como funciona a consultoria jurídica online?

 

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

execução fiscalconsultoria tributária