Entenda a importância do plano de saúde para os colaboradores da empresa

CHC artigos
CHC Advocacia
10/11/2017

O Sistema Único de Saúde não tem capacidade para enfrentar a demanda por serviços que recebe todos os dias.

Por isso, ainda em 2006, cerca de 50 milhões de brasileiros contavam com um plano de saúde com contrato vigente. Grande parte desse número advém de planos de saúde coletivos, oferecidos pelas empresas a seus colaboradores.

 

Mas, para além dos benefícios aos empregados, você já percebeu que oferecer planos de saúde corporativos traz inúmeras vantagens também para a companhia? Se não, siga a leitura e descubra como e por que você deve inseri-lo no seu negócio!

 

O plano de saúde coletivo para empresas

 

Os planos de saúde podem ser individuais, quando o próprio contratante opta por sua abrangência e coberturas, ou coletivos, quando o gestor do plano escolhe as condições oferecidas para todo o grupo (sendo que cada indivíduo pode ou não participar dele). Nessa última categoria, estão inseridos os planos de saúde oferecidos por empresas e organizações.

 

A legislação trabalhista não exige que os patrões concedam ou arquem com os valores dos planos, mas, uma vez ofertado e formalizada a contratação, ele não deve ser retirado. Tudo isso porque condições que não favoreçam o trabalhador não podem ser impostas, pelo menos até o fim de seu contrato de trabalho.

 

Vantagens do plano de saúde para  os empregados

 

Melhores preços e cobertura de procedimentos

 

A principal vantagem de o empregado optar pelo plano de saúde oferecido por seu empregador é a possibilidade de pagar um valor mais econômico e contar com uma cobertura mais ampla quanto ao número de procedimentos. A lógica é a mesma utilizada em grandes compras: quanto mais adeptos, maior o desconto.

 

Possibilidade de inclusão de dependentes

 

Os planos de saúde coletivos possibilitam a inclusão de dependentes do funcionário, desde que sejam:

 

  • Cônjuge do titular do plano;
  • Companheiro ou companheira que comprovadamente esteja em união estável comprovada (seja ela hétero ou homoafetiva);
  • Pensionados, filhos (até recém-nascidos, desde que incluídos em até 30 dias após o nascimento), enteados e jovens sob a tutela do funcionário até os 21 anos de idade.
  • Estudantes de até 24 anos que dependam exclusivamente da renda do titular.

 

Possibilidade de utilização do plano por aposentados

 

Funcionários aposentados (e seus dependentes) podem continuar a utilizar o plano de saúde coletivo com o qual tenham colaborado durante o exercício de suas atividades, a teor do que determina o artigo 20 da lei 9.656/98.

 

Funcionários que aderiram ao plano por menos de dez anos podem mantê-lo na razão de um ano para cada um em que contribuiu. Colaboradores que custearam o plano por mais de dez anos podem manter o benefício por tempo indeterminado, desde que paguem o valor integral cobrado para todos os outros empregados.

 

Patrões também têm vantagens ao oferecer planos de saúde coletivos

 

Empresários com visão de negócio sabem que oferecer plano de saúde para seus funcionários não deve ser considerado um aborrecimento ou prejuízo: é um investimento para garantir a manutenção da saúde dos colaboradores e, consequentemente,  manutenção do seu negócio em funcionamento.

 

Planos de saúde beneficiam o colaborador sem reajustar seu salário

 

Nem sempre é possível aumentar o salário de seus colaboradores, ainda que você tenha a certeza de que eles merecem ser valorizados. Entretanto, benefícios que custam pouco ao bolso do empreendedor podem ser utilizados para diminuir os gastos com necessidades básicas.

 

Um deles é o plano de saúde coletivo. Gastando menos com a saúde de si e da família, o colaborador tem mais dinheiro disponível no final do mês e pode investir em outras atividades. Detalhes assim ajudam o empregador a valorizar o salário dos trabalhadores sem necessariamente ter que aumentá-lo.

 

Apostar no plano de saúde melhora o relacionamento com o colaborador

 

Há quem pense que a única preocupação de um gestor de negócios são os lucros e ater-se aos números. Entretanto, tais indivíduos não levam em consideração que assegurar o bem-estar dos funcionários é essencial para mantê-los satisfeitos, seguros e valorizados.

 

O oferecimento de soluções de saúde é útil, inclusive, para a redução do absenteísmo, prevenção de doenças e diminuição do estresse, que geralmente é aumentado com a preocupação em pagar as contas – incluindo de médicos e hospitais de toda a família – ao fim do mês.

 

Diminuição do período de carência para serviços

 

Contratos de plano de saúde que contarem com a adesão de mais de trinta colaboradores não têm período de carência, ao contrário que ocorre nos planos individuais. Novos funcionários, por sua vez, devem colaborar e trabalhar na empresa há, pelo menos, trinta dias para usufruir do benefício.

 

Empregadores podem contratar o plano e ajudar os colaboradores a custeá-lo

 

Os custos de planos de saúde coletivos

 

Os custos envolvidos na contratação de plano de saúde coletivo pelo administrador podem variar de acordo com o número de funcionários e da rede de hospitais escolhida e serviços oferecidos. Uma empresa com cerca de 20 funcionários pode contratar um plano básico pela quantia que gira em torno dos quatro mil reais.

 

Dados a serem levantados

 

Os próprios funcionários são os mais indicados para ajudar na escolha do plano. Compreender suas necessidades e hábitos por meio de pesquisa pode revelar o que é decisivo na hora de fechar o contrato e garantir um alto número de adesões. Tenha em mãos dados como sexo, local de residência e doenças crônicas para delinear seu perfil.

 

Ratear despesas do plano de saúde para motivar funcionários

 

Não basta oferecer o plano e esperar adesão em massa: é necessário que ele seja econômico e mais vantajoso que planos de saúde individuais. De nada adianta oferecer coberturas que incluem até mesmo serviço de odontologia se, para isso, o colaborador terá que desembolsar metade de seu salário.

 

Conhecendo o perfil do funcionário médio, você consegue optar por um plano adequado às suas necessidades e negociar valores mais razoáveis. O número de funcionários participantes do plano certamente aumentará se você ajudá-los a custear os valores envolvidos. Assim, terá a garantia absoluta de que contarão com todos os benefícios que já listamos.

 

E então, entendeu a importância do plano de saúde para os colaboradores da empresa? Curta nossa página no Facebook, inscreva-se em nossa newsletter no nosso canal no YouTube, siga-nos no Linkedin e não perca mais nenhuma dica sobre o assunto!

 

Marcadores

CONTEÚDO RELACIONADO

CHC artigos