Como um gestor pode dominar a arte de delegar tarefas?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Leitura de 6 min

No atual modelo de gestão de pessoas, instituído em muitas organizações, os líderes precisam adequar seu papel no gerenciamento das pessoas de modo que a função de delegar tarefas traga resultados positivos para o trabalho, evidenciando uma gestão eficiente.

Neste post, mostraremos que um bom gestor precisa delegar tarefas específicas e burocráticas, como por exemplo questões jurídicas de seu setor, para que assim consiga empenhar seus esforços em estratégias de gestão que representem otimização de processos e ganho efetivo de maiores margens de lucro. Acompanhe:

Gestor com foco em estratégias

Quando o gestor e líder conseguem delegar tarefas, eles ganham mais tempo para focar seus pensamentos e ações em estratégias de maior importância e que ajudem a empresa a ter melhores resultados.

No atual cenário em que a gestão de pessoas assumiu um papel de relevância nas organizações modernas, os líderes precisam acompanhar esse processo e entender realmente seu papel estratégico na organização, que precisa de resultados e não apenas de um líder empenhado na resolução de atividades operacionais.

Colaboradores mais comprometidos

Outra vantagem que o fato de delegar tarefas traz para a empresa é a motivação e comprometimento dos colaboradores com o trabalho, já que eles se sentem agradecidos pelo fato de o chefe confiar tarefas importantes para que eles executem.

Para isso, os colaboradores irão querer desenvolver suas habilidades da melhor maneira possível, estudando, ouvindo outras pessoas, aprendendo na prática e mostrando resultados efetivos para a empresa. Os dois ganham nesse quesito, empresa e colaborador.

Delegar tarefas melhora o clima organizacional

Outro benefício que a delegação de tarefas tem é na construção de um ambiente de trabalho mais saudável, isso porque há a confiança de que cada colaborador irá desempenhar sua função da melhor maneira, sem que haja tanta pressão e acúmulo de trabalho apenas para algumas pessoas.

Ao propiciar um desenvolvimento profissional para os colaboradores e também para o gestor, ao ofertar novos desafios, há melhoria no clima organizacional, já que o relacionamento entre as pessoas é facilitado.

Melhores práticas para delegar tarefas

Para que o gestor tenha sucesso ao delegar tarefas para seus subordinados, ele precisará entender qual a melhor maneira de fazer isso, de modo que os colaboradores entendam os objetivos pelos quais o gestor confio a execução daquela tarefas. Veja:

Conhecer a equipe

Antes de mais nada, é fundamental que o gestor conheça as características de cada membro de sua equipe, para que assim consiga delegar as tarefas assertivamente. Aqui vale conhecer melhor tanto as habilidades técnicas quanto as comportamentais e verificar também o que é esperado de resultados para cada projeto.

Para isso, você pode criar tabelas com as principais características de cada um de seus funcionários e ir cruzando os dados de acordo com os projetos que surgem, tomando cuidado para não sobrecarregar uma ou outra pessoa.

Ter prazos definidos

Ao delegar tarefas, é fundamental que você defina prazos e explique para cada colaborador o que realmente espera dele para o desenvolvimento do trabalho, desde competências técnicas até comportamentos que podem impactar no resultado final do projeto.

Ao definir os mecanismos de cobrança, sua avaliação sobre o colaborador e o desempenho da atividade será facilitado. É importante ter claro que os prazos devem ser motivadores e viáveis, de modo que seja possível sua execução.

Saber como auxiliar

Entenda que delegar tarefas não se trata apenas de mandar fazer alguma coisa e simplesmente não acompanhar o processo. Os gestores precisam entender quais as principais dificuldades da equipe e de que modo podem ajudá-los na execução da tarefa.

Tais dificuldades podem ser simples ou complexas, desde a necessidade de um equipamento mais moderno que auxiliará na agilidade de entrega dessa tarefa, até questões de liderança e trabalho em equipe.

A responsabilidade do gestor

Delegar tarefas significa também que os gestores têm responsabilidades tanto com os resultados quanto com as pessoas. Por isso, é necessário que você busque maneiras para trabalhar em equipe e dar mais autonomia as pessoas, o que envolve confiança.

Por isso, confie em sua equipe, mostre-se disposto a auxiliá-la em que for preciso e dedique seus esforços para o que realmente importa, deixando atividades do dia a dia para que eles desenvolvam.

Auxílio do departamento jurídico

Alguns serviços podem ser delegados para profissionais capacitados, que deixará o gestor com mais tempo livre para pensar em estratégias de crescimento para a empresa, como falamos anteriormente.

O departamento jurídico é um dos setores que mais recebe tarefas delegadas diretamente dos gestores, isso porque suas atividades, ligadas ao direito empresarial, podem ser consideradas questões de confiança da empresa, além de serem muito burocráticas, necessitando então de maior empenho de tempo para resolução e acompanhamento.

Além disso, os advogados da empresa normalmente têm uma visão mais abrangente sobre o funcionamento de todas as áreas da empresa, além de sua especialidade. Confira as principais tarefas que você pode delegar para esse setor:

Administração de contratos

Uma das principais tarefas que tomam muito tempo dos gestores trata-se da administração de contratos. Esse item é fundamental que seja analisado de perto, garantindo assim o cumprimento dos acordos e a boa execução das tarefas.

Porém, para que você, gestor de empresa, consiga tempo e energia necessários para pensar estratégias focadas no desenvolvimento e crescimento do negócio, a administração dos contratos pode ser delegada para os departamentos jurídicos da empresa, que garantirão seus cumprimentos.

Participação em licitações

O processo de participação em processos de venda de produtos e serviços por meio de licitação, além de ser muito burocrático, dispensa um gasto muito grande de tempo para que as documentações sejam entregues e o processo caminhe conforme procedimentos. Portanto, visando otimização do trabalho, esse tipo de serviço também precisa ser terceirizado.

Os advogados responsáveis pelo setor jurídico podem focar seus esforços tanto na verificação de conformidade relativa a legislação como também conseguirão acompanhar todas as movimentações do processo licitatório.

Bom, saber delegar tarefas não é muito simples e requer dedicação, confiança e muita disposição dos gestores para que efetivamente dê certo. Se você gostou do post, comente abaixo e compartilhe suas impressões com outras pessoas. Afinal, você já domina a arte de delegar tarefas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *