O que o índice de turnover diz sobre a sua empresa?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Leitura de 6 min

A saída de colaboradores de uma empresa é um fato extremamente comum, e o turnover — palavra em inglês que quer dizer rotatividade — pode ocorrer por vários motivos, como aposentadoria, mudança de moradia ou por questões pessoais.

Todavia, quando há um aumento no fluxo de profissionais saindo da companhia, isso pode indicar um ambiente de trabalho pouco atraente, o que gera prejuízos para o crescimento e produtividade da empresa, bem como os acertos trabalhistas devidos.

Dessa forma, mostraremos neste post tudo que você precisa saber sobre o índice turnover e como ele pode impactar na sua empresa. Confira o nosso conteúdo a seguir!

O que é turnover

Turnover é um termo muito comum, utilizado principalmente no setor de Recursos Humanos, que significa “renovação” ou “virada”. Nesse sentido, podemos afirmar que essa palavra, em termos práticos, é usada para determinar a rotatividade dos colaboradores de uma empresa.

Ou seja, é um índice que avalia as entradas e saídas dos profissionais de uma companhia em um determinado período de tempo. Atualmente, é possível afirmar que esse método é um dos mais relevantes na análise e seleção de talentos de uma empresa.

Motivos que mais contribuem para aumentar o turnover 

Vários motivos podem contribuir para que o índice de turnover aumente. A ampliação do volume de trabalho em relação às metas que precisam ser cumpridas pode ser uma grande resposta para esse problema. Se a quantidade de trabalho aumenta, os profissionais ficam sobrecarregados, e isso compromete as metas da empresa. Por consequência, os colaboradores se frustram e os objetivos ficam defasados.

Tratar determinados profissionais de forma diferenciada e preferencial pode gerar situações insatisfatórias e criar um clima ruim dentro do ambiente de trabalho. Por causa disso, alguns colaboradores podem pedir para se desligar da companhia, por entender que há injustiça.

Outro ponto que é interessante destacar são os salários e benefícios abaixo do que se espera no mercado. Em outras palavras, as empresas que oferecem salários baixos e contribuições ruins para os profissionais estão expostas ao alto índice de turnover, já que outras firmas concorrentes podem apresentar melhores condições financeiras.

Tipos de turnover

Um profissional que pede dispensa de seu emprego por entender que a sua carreira não está evoluindo é bem diferente de um colaborador que se demite por discordar com as decisões de sua administração. Assim, esses fatores precisam ser detalhadamente analisados para avaliar esse índice.

demissão pode ser caracterizada por um sintoma, e as suas causas precisam ser devidamente estudadas. Dessa forma, é muito importante conhecer os tipos de turnover que existem, para que essa análise seja completa. Veja abaixo quais são eles.

Voluntário

O turnover voluntário é aquele que ocorre por iniciativa do profissional, escolhendo encerrar o seu relacionamento com a companhia. Para os empresários, esse tipo pode ser um sinal de preocupação, indicando uma gestão ruim no que se refere à liderança, seja pelas decisões tomadas ou pela desorganização da estrutura de trabalho.

Involuntário

Nesse tipo de turnover, o empregador toma a iniciativa de encerrar o vínculo do colaborador com a empresa. São diversos os motivos que podem contribuir para a decisão, mas que geram em um desgaste para os dois lados dessa situação, já que envolve vários custos previstos na legislação trabalhista. Por isso, é importante ter sempre um apoio por meio de uma advocacia preventiva.

Funcional

Já a modalidade de turnover funcional é aquela em que o colaborador se demite por entender que a sua produtividade está abaixo do que se espera, ou seja, há uma autoavaliação sobre o seu negativo desempenho profissional. Isso pode ser positivo para a empresa, pois o colaborador estava impactando de uma forma ruim para os resultados da companhia.

Disfuncional 

Ao contrário do turnover funcional, o disfuncional ocorre quando o colaborador altamente capacitado e produtivo se desliga da companhia por conta própria. Isso pode ocorrer pela falta de estrutura, principalmente financeira, em manter um profissional qualificado. Como consequência, o negócio corre o risco de sofrer uma considerável baixa de produção e eficiência. 

Como calcular o índice de rotatividade 

Agora que compreendemos sobre o conceito de turnover, bem como a sua estrutura de funcionamento e o que pode motivar o aumento de índice, vamos entender como é calculado esse indicador. Veja um simples exemplo desse cálculo logo abaixo.

Imagine que uma determinada empresa contratou 20 colaboradores e demitiu 10 deles em um período qualquer, de um total de 200 profissionais. Dessa forma, o cálculo é realizado da seguinte forma:

20 colaboradores admitidos + 10 colaboradores demitidos / 2 = 15

15 / 200 profissionais na empresa = 0,075 = 7,5 %

Concluindo, a taxa de turnover nesse exemplo é de 7,5%. A partir disso, é possível criar estratégias para tentar reduzir esse número e os custos com as contratações e demissões. Além desse cálculo, é possível também desenvolver outras fórmulas personalizadas, que oferecerão dados mais complexos e detalhados.

O que o turnover representa para a empresa

Construir uma boa equipe para trabalhar com eficiência exige um cuidado especial nas empresas. Contratar um profissional que tenha um perfil inadequado para executar as tarefas pode causar sérias desvantagens para os negócios. Em contrapartida, perder um membro qualificado da companhia é sempre um ponto ruim.

Os valores gastos pelas companhias com as rescisões contratuais são extremamente elevados, bem como de outros valores que eventualmente serão exigidos. Os responsáveis pelas contratações e demissões precisam atentar para esses pontos a fim de evitar que empresa se prejudique financeiramente com isso.

Ademais, o alto índice de turnover nas empresas pode causar um clima de incerteza e turbulência no ambiente de trabalho. Daí que se estabelece a importância de se preocupar com essa análise para o desenvolvimento e crescimento saudável de uma companhia.

Portanto, podemos concluir que o índice turnover é um ponto extremamente relevante para identificar como está a relação dos gestores com a sua equipe. Assim, é possível avaliar com mais clareza sobre a direção que o negócio pode estar caminhando.

Se você curtiu o nosso post e se informou com clareza sobre a influência do índice turnover nas empresas, não deixe de compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais e difundir essas informações relevantes com os seus amigos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *