Advogado correspondente ou assessoria jurídica? Descubra o que sua empresa precisa!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Leitura de 6 min

A rotina de uma empresa ou empresário é sempre atribulada, principalmente em firmas de menor porte, pois o chefe se compromete diretamente com as tarefas realizadas.

Em vários momentos, ele está procurando uma possível interferência de uma nova lei em seu negócio, analisando a necessidade ou não de emitir determinado documento ou fazendo pesquisas sobre assuntos tributários e trabalhistas, por exemplo.

Para auxiliá-lo, o empresário pode contar com alguns parceiros, como os especializados em serviços jurídicos. Nesse caso, ele deve se atentar às diferentes possibilidades de atividades oferecidas, como os serviços do advogado correspondente e da assessoria jurídica, que podem se confundir para aqueles que não estão bem-informados.

Você tem dúvidas sobre as diferenças entre eles? Então, acompanhe este post, vamos ajudá-lo.

Quais os problemas que a sua empresa enfrenta?

Não é raro encontrarmos empresas que têm sérios problemas financeiros decorrentes de ações trabalhistas, como o pagamento de multas e honorários advocatícios. O planejamento tributário muitas vezes também não é observado e está em desacordo com a legislação federal, estadual ou municipal aplicável.

Os empresários ainda enfrentam situações desfavoráveis quando o assunto é a elaboração de contratos, muitas vezes mal redigidos por aqueles que não são especialistas. Nesse caso, não são observadas com detalhes as cláusulas contratuais, os direitos, os deveres e as obrigações que podem ocorrer eventualmente.

Na maior parte dos casos, os serviços jurídicos são acionados apenas em situações emergenciais, normalmente quando a desorganização já está instaurada e os problemas estão descontrolados.

Contudo, o tempo despendido para administrar a empresa pode ser um fator determinante para o triunfo ou insucesso de um projeto. É nesse contexto que se buscam serviços profissionais jurídicos para solucionar problemas e facilitar a construção sólida e eficiente de uma empresa.

Como vimos, aqui entram as figuras da assessoria jurídica e do advogado correspondente.

O que é o advogado correspondente?

Na ocasião em que um escritório de advocacia ou profissional do Direito necessita de uma demanda em uma comarca diferente da sua, usualmente se faz a utilização do denominado advogado correspondente. Ele é um profissional contratado para realizar a prestação de um serviço específico e pontual.

É importante ressaltar que o advogado correspondente não tem conexão direta com o processo no qual está exercendo a tarefa, mas está apto a desempenhar atos singulares na demanda em que é contratado.

Assim sendo, o advogado correspondente é contratado para desempenhar tarefas corriqueiras de um escritório jurídico, como protocolo de processos, presença em audiências de conciliação, extração de cópias, despacho de pedidos em secretaria etc.

Em diversas ocasiões, o serviço é cumprido em urgência, por exemplo na obtenção de cópias de um processo para fundamentar uma petição específica. Em contrapartida, para outras diligências é crucial que o correspondente tenha em mãos documentos essenciais, como uma procuração, com o intuito de cumprir a atividade de forma completa e regular.

Costumeiramente, os valores pagos pela diligência são preliminarmente discutidos com o advogado correspondente e baseados em remunerações predeterminadas pela Ordem dos Advogados do Brasil.

Quais são os benefícios da advocacia correspondente?

Os benefícios são inúmeros quando se faz a contratação de um serviço de correspondente. Ele é interessante para ambos os polos da contratação

Para o advogado correspondente, caso ele exerça um bom serviço com regularidade, pode ampliar a clientela e os contatos com outros profissionais do Direito. Os advogados recém-formados podem assimilar uma boa vivência do cotidiano jurídico e, assim, adquirir experiência. Já os advogados veteranos conseguem ampliar a sua receita mensal, mantendo o emprego regular em seu escritório de advocacia ou empresa.

Para os escritórios, profissionais e empresas que contratam as atividades de advocacia correspondente, há uma evidente economia e celeridade da rotina, pois não é preciso se deslocar para outras comarcas a fim de desempenhar a atividade.

O que é a assessoria jurídica?

A assessoria jurídica envolve o auxílio a empresas e pessoas físicas na organização e no desempenho de demandas forenses diárias. Diante disso, o serviço de assessoria incumbe-se de todas as obrigações legais do cliente, a partir de decisões estratégicas tomadas.

A assessoria jurídica é um tipo de serviço exercido exclusivamente por advogados regularmente inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil. Geralmente, são profissionais especialistas em um determinado assunto jurídico, mas podem atuar de forma variada e diversificada.

O intuito central dessa contratação é incrementar estratégias e apoiar uma empresa ou pessoa física em suas decisões na área jurídica. A partir disso, o empresário pode economizar tempo com esse tipo de questão e atuar em exigências centrais e prioritárias do seu empreendimento.

assessoria jurídica pode intervir em demandas litigiosas ou preventivas. A primeira diz respeito ao conflito ou disputa de interesses que ocorrem nos tribunais, atuando o advogado e os profissionais do Direito na confecção de petições e argumentações no processo.

Já a segunda engloba uma serie de estratégias jurídicas que buscam identificar e reparar falhas jurídicas antes que elas se transformem em um processo ou litígio. A análise preventiva opera na consultoria e na confecção de documentação e de relatórios jurídicos bem fundamentados.

Quais são os benefícios da assessoria jurídica?

Dentre os diversos benefícios que a assessoria jurídica pode trazer para o empresário, vale ressaltar a segurança no cumprimento das leis e dos regramentos aos quais as empresas estão expostas. Os assessores têm amplo conhecimento de Direito e podem fazer uma análise aprofundada e especializada sobre diversas questões.

Ademais, caso contratada uma assessoria jurídica de qualidade, é esperado que o desempenho da empresa em processos trabalhistas, administrativos, tributários, cíveis, criminais ou ambientais seja muito superior.

Não apenas, uma boa assessoria jurídica elabora análises e relatórios de desempenho, assinalando eventuais riscos que podem se tornar grandes problemas. Com isso, a empresa prevê contratempos e toma decisões munida de informações completas e importantes.

A diminuição dos custos também é um benefício que vale a pena ressaltar. A assessoria jurídica é um serviço terceirizado, o que afasta a necessidade de instalação de um setor jurídico na empresa, com funcionários, equipamentos e espaço físico para o seu funcionamento.

Agora que você entendeu a diferença entre os serviços do advogado correspondente e da assessoria jurídica e sabe qual se encaixa nas necessidades da sua empresa, já pode entrar em contato com a CHC Advocacia. Temos mais de 30 anos de experiência em serviços de contencioso judicial, consultoria ativa, contencioso administrativo, auditorias, consultorias responsivas, treinamentos e assessorias em negociação.

LINKS RECOMENDADOS

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *